quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Baraka - Um mundo além das palavras

A idéia de “Baraka - Um mundo além das palavras” não é original. Há quem diga que o filme é uma cópia de “Koyaanisqatsi” (1983), uma espécie de ‘documentário visual’ sem personagens e sem diálogos que mostra uma sucessão de belíssimas imagens no intuito de traçar um panorama da condição sociopolítica da humanidade. A verdade é que “Baraka” reciclou essa concepção e aperfeiçoou o trabalho do longa de 1983 direcionando-o para um outro contexto.

Baraka é uma antiga palavra que significa o ‘sopro ou a essência da vida, de onde se desencadeia o processo evolutivo’. Com base nisso, as imagens buscam aproximar o homem da natureza fazendo-o refletir sobre o mundo em que vive. Para isso, o filme faz uma viagem pelas culturas e costume ao redor do planeta e promove comparações e metáforas que simbolizam comportamentos, ações e até mesmo o sacrifício e a necessidade dos seres humanos.

Tudo isso é apresentado ao espectador de maneira poética. Méritos para o diretor Ron Fricke (que ajudou a fazer “Koyaanisqatsi”) que valorizou a fotografia e a edição de imagens que extraem arte da complexidade de paisagens e situações por meio de diversos tipos de ângulos, closes, time-lapses e movimentos de câmera.

O longa é um show de cores vibrantes e de trilha sonora cativante que acompanha a ação das imagens que são ora fascinantes ora perturbadoras. Mesmo tendo quase 20 anos de sua produção, o filme não parece ter envelhecido. Gaste 1h37 do seu tempo e homenageie a vida assistindo “Baraka”, uma experiência sobre imagens que valem por milhões de palavras.

Caso você tenha blu-ray, compre e assista em alta definição. O filme, feito com câmera de 70mm, teve o negativo restaurado em 8k especialmente para ser lançado em HD, o que faz de “Baraka” um trabalho ainda mais deslumbrante com a melhor qualidade de imagem possível.

Baraka - Um mundo além das palavras (Baraka)
EUA, 1992 – 96 minutos
Documentário
Direção: Ron Fricke
Roteiro: Constantino Nicolau, Genevieve Nicholas
Trailer: clique aqui
Cotação: * * * * *