Manual prático do resenhista

Reúno aqui termos e conceitos mais comuns que os resenhistas ou críticos de cinema utilizam para analisar um obra cinematográfica. As definições, organizadas na forma de um manual de redação ou glossário, são objetivas e servem para um auxílio na construção textual. (Página em atualização)
 
A
- Ângulos de câmera: ver enquadramentos Plongée e Contra plongée.
- Atos: narrativa que é dividida, geralmente, em três partes (apresentação, confrontação e resolução).

C
- Câmera alta: ver Plongée.
- Câmera baixa: ver Contra plongée.
- Câmera objetiva: cena do ponto de vista de um público imaginário.
- Câmera subjetiva: cena do ponto de vista de um ator.
- Catarse: é a purificação do espírito do espectador através de sentimentos ou paixões.
- Clichê: que é comum ou ideias, fórmulas ou ações muito repetidas.
- Clímax: ápice de uma ação dramática.
- Coerência: ligação lógica ou harmônica entre fatos ou ideias.
- Contra-plongée: filmar o objeto ou a pessoa de baixo para cima para captar toda a sua dimensão e transmitir a ideia de superioridade.

D
- Desfecho: parte final ou conclusão de uma narrativa.
Deus ex machina: resolução repentina e inverossímil para um problema dramático.
- Diegese: poder de encantamento originado pela mensagem global do filme.
- Dramatização: é a representação em ação de uma história.
E
- Edição: é a montagem do 'quebra cabeça' de cenas gravadas para que as pessoas possam assimilar, com coerência e ritmo, o produto como um filme.
- Edição de som: é a criação (incluindo os sons que 'não existem') e a captação de diálogos e sons ambientes por meio de microfones.
- Elipse: fragmentos da narrativa cuja ações ocultas podem ser subentendidas pelo espectador.
- Empatia: é quando o público se identifica com a personagem.
- Enredo: é o encadeamento dos fatos narrados em um texto.
- Enquadramentos: ver planos, Plongée e Contra plongée.

F
- Figurino: roupas utilizadas por todos os atores.
- Flashback: Recurso narrativo que revela lembranças de algo do passado.
- FlashForward: é a antecipação de um acontecimento futuro na narrativa.
- Fotografia: define a estética do filme, como o tipo de iluminação, os modelos de lentes a serem utilizadas e quais tipos de movimentos de câmeras e enquadramentos que serão aplicados durante as gravações.
- Found Footage (filmagem encontrada): estilo de filmagem naturalista ou gravação encontrada depois dos eventos feita pelos próprios atores ou por câmeras que utilizam técnicas de tremulação.

G
- Gênero: é o tipo ou estilo de filme, com drama, comédia, romance, policial, aventura, entre outros.

L
- Lírico: composição poética para ser cantada.
 
M
- Metáfora: é uma figura de linguagem em que um termo substitui outro.
- Mise-en-scène ('colocar no palco'): é a quatidade e a disposição de elementos ou objetos em cena. 
- Mixagem de Som: é o equilíbrio do volume do som por faixa de áudio.
- Montagem: ver Edição.

N
- Narrativa: é a história ou o modo como ela é contada.
- Narrativa Binária: quando há duas histórias independentes que se cruzam em determinado momento do filme.
- Narrativa circular: é quando a história termina onde começou.
- Narrativa linear: é quando a história tem um começo, meio e fim sem interferências.
Narrativa não linear: é quando a narrativa não segue uma sequência cronológica dos fatos.
- Narrativa polifônica: quando várias histórias são contadas simultaneamente, podendo ser independentes sem conexões ou com algum cruzamento.
- Noir: é um estilo de filme do gênero policial que surgiu entre as décadas de 1940 e 1950 que combina outros estilos e gêneros. Suas peculiaridades técnicas são o uso de ângulos de câmera não-convencionais, fotografia escura (ou preto-e-branco), trama policial intrincada com drama existencial (ou niilismo) e uso de narração, personagens corruptos (ou criminosos), femme fatale, ambiente urbano e cenários noturnos.
- Nonsense: estilo característico de humor absurdo ou sem sentido.

P
- Plano americano: câmera enquadra a pessoa do joelho para cima.
- Plano detalhe: câmera enquadra uma parte do rosto, corpo ou objeto. 
- Plano geral: ângulo de visual bem aberto que revela todo o cenário, reduzindo a figura humana na tela.
- Plano isométrico: câmera em perspectiva lateral ou "no teto".
- Plano médio: câmera enquadra a pessoa por inteira.
- Plano 'primeiríssimo plano': câmera enquadra a pessoa dos ombros para cima.
- Plano 'primeiro plano': câmera enquadra a pessoa do peito para cima.
- Plano sequência: registra a ação contínua de uma cena inteira sem cortes de câmera.
Plongée: filmar o objeto ou a pessoa de cima para baixo para captar toda a sua dimensão e transmitir a ideia de inferioridade.
- Plot: ver enredo.
- Plot Twist: o mesmo que reviravolta.
- Premissa: é a ideia ou assunto a ser tratado.

R
- Reboot: é uma nova versão para uma obra de ficção cinematográfica.
- Refilmagem: é a mesma história filmada com novo elenco.
- Remake: ver refilmagem.
- Roteiro Adaptado: é uma história (ou guia de falas e de cenas) que o escritor elabora baseado em uma obra já publicada.
- Roteiro Original: é uma história (ou guia de falas e de cenas) que o escritor elabora diretamente para ser exibida no cinema.

S
- Side Quest: missão secundária.
- Simpatia: é quando o público se solidariza para com a personagem.
- Som: ver Edição de Som e Mixagem de Som.

T
- Time Lapse: cena em que há uma rápida passagem de tempo.
- Transição: é um efeito de mudança gradual de uma imagem para outra.
- Travelling: é um movimento de câmera que passeia pela cena para situar o espectador sobre seus elementos em tela.