sexta-feira, 25 de março de 2016

Batman Vs Superman - A Origem da Justiça

Depois de anos de espera, os dois herois mais icônicos da editora DC Comics (ou do mundo) estão juntos no cinema pela primeira vez. A produção cinematográfica "Batman Vs Superman - A Origem da Justiça" deve agradar aos fãs das HQs, mas nem tanto para àqueles que acompanham as histórias somente nas telonas.

O filme tem um bom começo e logo faz um resumo do passado sombrio de Bruce Wayne além de mostrar seu ponto de vista perante aos eventos de "O Homem de Aço", mais precisamente da batalha entre Superman e Zod. Como Superman já foi apresentado em seu longa anterior, aqui, inicialmente, o foco é o Batman. Enquanto o kriptoniano é visto como um deus ou como uma esperança para o povo, o homem morcego é visto como um inimigo pelas autoridades.

Batman está diferente. É quase um anti-heroi. Está mais velho, introspectivo e com sede de vingança após a guerra alienígena o prejudicar. Aí entra em cena o famoso Lex Luthor, o grande antagonista do kriptoniano e também o responsável por trazer à vida o segundo vilão: Apocalipse. Batman e Luthor querem destruir Superman, mas cada um com suas motivações.

"Batman Vs Superman" tem uma história poderosa e uma premissa com argumentos convincentes que estão entranhados em um roteiro que visa o futuro: a formação da "Liga da Justiça". Muitos easter eggs estão espalhados pelo longa e agradarão aos fãs das HQs que deverão identificar diversas leituras quadrinescas sobre os protagonistas assim como suas discussões mitológicas. Os principais ‘ovos’ são as pontas de Mulher Maravilha (que tem mais tempo de cena), Flash, Ciborg e Aquaman. Todos terão filmes solos que explicarão suas origens e poderes.

Embora tenha um bom início, a primeira hora é um pouco arrastada. Após o primeiro ato, o longa ganha reviravoltas e constantes cenas de ação o que melhora, consideravelmente, o seu ritmo até o final. Falando em pancadaria, o estilo das sequências é semelhante àquelas vistas em "O Homem de Aço": muita destruição, lutas, suspense e bons efeitos gráficos. Alguns momentos são inspirados, como as do sonho de Batman, porém, em outros faltam cuidados a mais para que as cenas sejam mais bem feitas.

Isso me leva a analisar dois problemas aparentes em "Batman Vs Superman": a direção de Zack Snyder e a parte técnica. Como é o diretor que dá a última palavra em todos os aspectos de uma produção, Snyder faz, aqui, seu pior trabalho. A fotografia, que investe grande parte na ambientação noturna, é pobre ao imprimir ângulos e enquadramentos convencionais. Há momentos em que a iluminação e a edição prejudicam na visualização de detalhes, principalmente de Batman que possui um arsenal tecnológico interessante. Além disso, o filme é carregado em CGI. A utilização de mais efeitos práticos deixaria o visual menos maçante.

Outra falha é a mixagem de som que atrapalha a edição de som e a trilha sonora. Os efeitos sonoros estão na mesma faixa da trilha e parecem estar no mesmo volume, o que gera poluição. Não há clareza nos ruídos quando se trata das cenas de ação. É importante que o volume dos efeitos sonoros seja maior que a trilha em determinados momentos para se criar impacto, o que não acontece aqui.

Sobre o elenco, Henry Cavill repete a performance convincente de Superman, mas há três figuras de destaque: Ben Affleck, Gal Gadot e Jesse Eisenberg. Gadot e Eisenberg estão bem como Mulher Maravilha e Lex Luthor, respectivamente. Luthor, inclusive, é quem merecia uma melhor abordagem devido a sua grande importância na narrativa. No entanto, o destaque mesmo fica por conta de Ben Affleck, que surpreende por sua convincente atuação como Homem Morcego. Inclusive, Batman merecia uma nova série de filmes comandada e interpretada por Affleck. Nada mal, hein?

A sensação ao final da projeção é que "Batman Vs Superman" poderia ser melhor e mais emocionante, mas, no geral, é uma boa introdução ao universo fantasioso da DC Comics no cinema. O tom mais sério e sombrio dessa franquia promete dar bons frutos no futuro.

Batman Vs Superman - A Origem da Justiça (Batman v Superman: Dawn of Justice)
2016, EUA - 152 minutos
Aventura/Ação
Direção: Zack Snyder
Roteiro: Bill Finger, Bob Kane, Chris Terrio, David S. Goyer, Jerry Siegel, Joe Shuster
Elenco: Henry Cavill, Ben Affleck, Gal Gadot e Jesse Eisenberg, Amy Adams, Diane Lane, Holly Hunter, Jeremy Irons, Laurence Fishburne, Ezra Miller, Jason Momoa, Kevin Costner, Jeffrey Dean Morgan
Cotação: * * *

 Termômetro:
- Humor: * *
- Drama: * *
- Romance: *
- Fantasia: * * * * *
- Ação / Aventura: * * * *
- Policial: * *
- Suspense: * * *
- Sexualidade: *
- Escatologia: *
- Violência: * * *