quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Nebraska

Woody é um idoso que acredita ter ganhado um milhão de dólares e está disposto a cruzar os Estados Unidos para resgatar seu prêmio. Mesmo sabendo que o tal prêmio é uma propaganda enganosa promovida por um anúncio de revista, seu filho o ajuda a cumprir o objetivo. O problema é que ele não esperava que o ‘novo milionário’ fosse chamar tanta a atenção, principalmente da família que pouco conhece.

O filme é uma jornada de autoconhecimento, descobrimento de raízes familiares, ganância e, sobretudo, de respeito às pessoas da terceira idade. O roteiro, que faz o estilo ‘road movie’, tem bons diálogos e se sobressai pelo humor rasteiro e por retratar de maneira realista as ricas peculiaridades da premissa.

A direção de Alexander Payne é outro ponto forte ao abordar toda a jornada com uma delicadeza sem igual. O ritmo lento, a câmera ora estática ora com movimentos sutis e a bela fotografia em preto e branco, que flertam com o comportamento e o passado dos protagonistas, dão contornos poeticamente dramáticos e contagiam o espectador até sua conclusão.

Destaque para o casal protagonista Bruce Dern e June Squibb, que foram indicados ao Oscar por suas atuações. Dern, inclusive, foi premiado em Cannes pelo papel. Enfim, “Nebraska” é uma graça de filme que merece ser apreciado por seus belos valores.

Nebraska
EUA, 2013 - 115 minutos
Comédia / Drama
Direção: Alexander Payne
Roteiro: Bob Nelson
Elenco: Bruce Dern, Will Forte, June Squibb, Bob Odenkirk, Stacy Keach, Kevin Kunkel, Rance Howard, Devin Ratray, Angela McEwan
Cotação: * * * * 

Termômetro:
- Humor: * * *
- Drama: * * * *
- Romance: *
- Fantasia: *
- Ação / Aventura: *
- Policial: *
- Suspense: * *
- Sexualidade: *
- Escatologia: *
- Violência: *
- Efeitos especiais: *