quinta-feira, 8 de maio de 2014

Ajuste de contas

Impossível não imaginar Robert De Niro e Sylvester Stallone em um confronto entre o 'touro indomável' Jake LaMotta e Rocky Balboa, respectivamente. Inclusive, a narrativa de "Ajuste de contas" parece se inspirar nesses lendários personagens para dar aura dramática à premissa que coloca exímios e rivais boxeadores de volta ao ringue 30 anos depois para um confronto que decidirá o melhor de sua época.

A trama não foge dos clichês do gênero esportivo e nem do absurdo da luta entre os vovôs (fato que a Federação Mundial de Boxe nunca deixaria acontecer), mas o que importa é o entretenimento e isso é o que o filme proporciona de melhor.

O roteiro apresenta boas doses de humor que varia entre o situacional e o mordaz e, claro, impagáveis piadas sobre a terceira idade, principalmente nos momentos em que o ótimo Alan Arkin aparece em cena. Outro ponto positivo, além da trilha sonora, é o drama familiar que harmoniza com eficiência com a pegada cômica e isso não atrapalha em nada a transmissão dos bons, porém, convencionais, valores que o longa tem a oferecer.

“Ajuste de contas” é uma tragicomédia despretensiosa com ares nostálgicos que fazem divertidas referências aos famosos pugilistas que foram ícones cinematográficos nos anos 70.

Ajuste de Contas (Grudge Match)
EUA, 2013 - 113 minutos
Comédia / Drama
Direção: Peter Segal
Roteiro: Tim Kelleher, Rodney Rothman
Elenco: Sylvester Stallone, Robert De Niro, Kim Basinger, Kevin Hart, Alan Arkin, Jon Bernthal, LL Cool J
Cotação: * * * *

Termômetro:
- Humor: * * * *
- Drama: * * *
- Romance: * *
- Fantasia: *
- Ação / Aventura: * *
- Policial: *
- Suspense: * *
- Sexualidade: *
- Escatologia: *
- Violência: * *
- Efeitos especiais: *