sexta-feira, 27 de maio de 2016

Alice através do espelho

Dirigido por James Bodin, "Alice através do espelho", continuação de "Alice no país das maravilhas" de Tim Burton (que, aqui, assina a produção), amplia a fantasia do autor Lewis Carroll com muito vigor técnico, mas deixa de melhorar a qualidade do enredo.
 
A jornada da persistente e corajosa Alice (Mia Wasikowska) consiste em voltar ao universo fantástico para salvar o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) de uma depressão após descobrir que sua família ainda está viva. A história do Chapeleiro esbarra no passado das Rainhas de Copas (Helena Bonham Carter) e Branca (Anne Hathaway), que também precisam resolver velhos problemas.

O roteiro de Linda Woolverton, que também escreveu o longa anterior, possui uma premissa convencional, mas de grande valia, como os valores sobre família e reflexões sobre o ‘tempo’. Entretanto, seu texto explora pouco o importante e novo personagem Senhor Tempo e é raso ao desenvolver arcos dramáticos, o que gera imensos furos na narrativa. Isso faz com que as ações fiquem confusas e inconvincentes em certos momentos, além de mostrar soluções fáceis para os problemas nada simples enfrentados por Alice.
 
O que faz o filme ser assistível é a qualidade técnica da produção, como os efeitos visuais e sonoros, a maquiagem, os figurinos e a direção de arte. Tudo é muito belo, vistoso e repleto de detalhes divertidos. Além de o visual nos contagiar, o humor rasteiro, com muitas gags infantis, proporciona leveza e faz da aventura um passatempo sem compromisso.
 
Alice através do espelho (Alice Through the Looking Glass)
2016, EUA - 152 minutos
Aventura/Infantil
Direção: James Bodin
Roteiro: Linda Woolverton
Elenco: Mia Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Sacha Baron Cohen
Cotação: * *
 
Termômetro:
 - Humor: * *
- Drama: * *
- Romance: *
- Fantasia: * * * * *
- Ação / Aventura: * * * *
- Policial: *
- Suspense: * *
- Sexualidade: *
- Escatologia: *
- Violência: *