segunda-feira, 31 de julho de 2017

Michelle e Obama

"Michelle e Obama", escrito e dirigido por Richard Tanne, tem a pegada da trilogia "Antes do Amanhecer", "Antes do Pôr-do-Sol" e "Antes da Meia-Noite", do diretor Richard Linklater, em que a narrativa acompanha os protagonistas em um dia de eventos. O longa, de ritmo lento, mostra o primeiro encontro do famoso casal, em 1989. O roteiro costura bons e longos diálogos que reforçam a personalidade e a breve história de cada um.  No entanto, há uma carência de surpresas, mais por parte dele.

Vemos um Obama praticamente pronto. Se você espera ver como surgiram suas inspirações para se tornar o homem político que é, pode esquecer. Isso é subentendido no decorrer da história com um Obama, embora estudante, com grande potencial intelectual e já popular entre brancos e negros em seu 'micro ambiente'. Já a construção de Michelle é mais sutil. O apreço e a tímida paixão por ele, aliada a sua forte personalidade, aparecem de forma crescente, o que a torna mais interessante na trama.
 
A escolha dos atores, Parker Sawyers e Tika Sumpter, foi certeira e suas performances e trejeitos impressionam pelas semelhanças. Enfim, "Michelle e Obama" pode decepcionar aqueles que esperam reviravoltas políticas, entretanto pode agradar aos espectadores que compreendem que há mais política do que se imagina na construção de uma relação, principalmente se o vínculo for amoroso.
 
Michelle e Obama (Southside With You)
2016, EUA – 84 minutos
Drama / Romance
Direção: Richard Tanne
Roteiro: Richard Tanne
Elenco: Parker Sawyers, Tika Sumpter, Deborah Geffner, Donn C. Harper, Jerod Haynes, Phillip Edward Van Lear, Preston Tate Jr., Taylar Fondren, Tom McElroy, Vanessa Bell Calloway
Cotação: * * *